RSS

Éramos tão inconstantes, imprevisíveis, indecisos. Ou melhor, você era. Eu sempre fui tão constante com toda minha certeza que queria você, e talvez isso tenha te feito não me levar tão a sério, porque eu sempre estaria ali. Eu tinha uma ótima previsão do nosso relacionamento, olhava pra frente e não conseguia ver um dia você longe de mim. Acho que foi isso que te fez confiar demais na gente e não se tocar das besteiras que você fazia. Eu sabia o que eu queria, e tinha tanta certeza em tudo que você se permitia ver se você queria tambem. Você é mesmo tão confuso e estranho ou eu que te fiz assim? Será que se eu tivesse sido um pouco menos intensa, um pouco menos segura, um pouco mais nem ai pra gente, você teria dado mais valor na gente? Não sei, e acho que nem quero saber.

0 comentários:

Postar um comentário