RSS

Eu lembro, amor. De tudo, cada passo que a gente deu para as diferentes direções que já fomos. Lembro das poucas briguinhas também. Lembro de já ter ficado triste por te deixar triste. Lembro de me sentir mal com isso. Lembro dos momentos em que nós fomos bobos e felizes. Lembro que sou feliz a maior parte do tempo, pelo simples fato de você existir em mim. Lembro de descobrir que um sentimento não serve para ser dito, como coisa que fica bem em filme ou texto, ele tem que ser vivido de forma plena. Lembro de não conseguir me permitir sentir tanta felicidade assim. Lembro da tua mão, que sempre acha a minha. Lembro dos teus dedos, que sempre me fazem carinho. Lembro da tua boca, que sempre me acalma. Lembro do teu rosto de menino, que me olha como se ainda fosse aquela primeira vez. Lembro de cada coisa que descubro, manias, gestos, pensamentos.



Não me deixe ir embora, fique aqui cuidando de mim, seja meu guardião quando tudo estiver caindo sobre nossas cabeças. Segure firme minha mão quando eu fechar meus olhos para que a realidade não machuque meus sentimentos. Eu não quero te afastar de mim. Não quero que nos distancie e que eu tenha o medo de te perder. Não me deixe sentir isso. Não me deixe sofrer e não deixe que isso faça com que eu vá embora. Me agarre pelos braços, pode até deixar vermelho, mas não me deixe ir. No meio dessa confusão, dessas dores com ou sem marca, me pegue nos braços e me coloque junto a você. Não me deixando escapar e me prendendo com todo o seu carinho. Gosto de pensar em você.

Agora eu deixo o vento levar as magoas, as palavras perdidas, as desculpas não atendidas, os valores não dados, os apelos de paz não atendidos. Deixo o vento levar junto com ele, toda a culpa. Minha. Sua. Nossa culpa, e sopro pra eles irem longe de mim. Só não deixo que ele leve as memórias, porque fora a coisa mais fascinante que me resta. Portanto, depois de todo o processo, eu me levantei, me recompus, limpei o rosto, afastei a necessidade e segui em frente. Fiz isso, porque era a melhor coisa a se fazer, maybe.

O que me tortura não é te ignorar, mas ter que ignorar o que eu ainda sinto. Saber que o "pra sempre" sempre acaba. E mesmo o filho da puta do Newton ter afirmado que dois corpos não podem ocupar o mesmo lugar, ainda me sinto preenchida por voce. Só por ter estado sob sua pele e escutado sua respiração, me senti a dona do mundo. E o universo é um completo estranho agora. E toda vez que eu olho pro céu, vejo as mesmas estrelas que existiam quando eu te tinha. Você se foi e elas continuam ali. Não é justo. Eu sinto você me tocar à noite.

Parabééééééns, meu bem ! *-*
Te desejo tooda a felicidade do mundo, você merece todo amor, paz, alegria, saúde e que aquelas coisas todas que todo mundo fala, mas que é verdade. Que até os seus desejos mais íntimos sejam realizados e que Deus te abençoe sempre. É bom ter você aqui comigo nesse dia especial e obrigado pelo super domingo que, pelo menos pra mim, foi muito bom, principalmente o fim da noite ! EHAUHEAIUA
Amo você. Happy bday ! :D

"Talvez eu ame você mais do que eu esperava, até mais do que eu quisesse admitir. Os meus sentimentos são sempre tão confusos, sabe. Só que hoje eu tive momentos de certeza e lucidez. Eu tive medo do quanto sou sua. Eu não quis permitir que a sua presença se confundisse com a minha naquele momento em que o amor torna as pessoas em uma só. Então eu me guardei. Eu recuei. Eu fugi de você. Sei que é meio idiota, mas gosto de pensar desse jeito, não posso ser tão sua assim."

Mas eu o conheci e é isso que torna minha vida atual tão estranha. Eu me apaixonei por ele enquanto estávamos juntos, e me apaixonei ainda mais nos anos em que ficamos separados. Nossa história tem três partes: um começo, um meio e um fim. Embora seja assim que todas as histórias se desenrolam, ainda não consigo acreditar que a nossa não durará para sempre. Reflito sobre essas coisas, e como sempre, nosso tempo juntos retorna à minha mente. Relembro como tudo começou, pois agora essas memórias são tudo o que me resta.

Não tenha medo. Eu sou só uma menina boba com medo da vida. Mas hoje eu não tenho medo de nada, eu apenas fecho os olhos e lembro de você me dando aquela flor velha, fazendo piada ruim às sete da manhã, me lendo no escuro mesmo com dor de cabeça. Eu posso sentir isso de novo. Que bom. Achei que eu ia ser esperta pra sempre, mas para a minha grande alegria estou me sentindo uma idiota. Sabe o que eu fiz hoje? As pazes com o Bob Marley, com o Bob Dylan e até com o ovomaltine do Bob's. As pazes com os casais que se balançam abraçados enquanto não esperam nada, as pazes com as pessoas que não sabem ver o que eu vejo. E eu só vejo você me ensinando a dar estrela. Eu só vejo você enchendo minha vida de estrelas. Se você puder, não tenha medo. Eu sou só uma menina que voltou a ver estrelas. E que repete, sem medo e sem fim, a palavra estrela no mesmo parágrafo. Estrela, estrela, estrela. Zilhões de vezes.

Eu guardarei a maioria das minhas coisas só pra mim. Às vezes mostrarei o que vale a pena para as pessoas que eu amo e tomara que dê muito certo.

Por mais que tentem me derrubar, não vão conseguir. Tenho alguém muito mais forte me guardando lá de cima e ele tem feito um ótimo trabalho.
Eu, graças à Deus, ainda tenho meu pai, mas essa música me lembra uma pessoa muito especial, que era como um pai pra mim, e Deus o levou.

"Pai, que saudade!
De perguntar porque
Pergunta de criança que apenas o pai sabe responder
Que vontade de te olhar e dizer: Pai, por que?

Por que tem pai que chora sem emprego?
Por que tem pai que bebe e não tem paz?
Por que tanta criança sente medo e não tem pai?
Por que tem pai que nunca reza junto?
Por que tem pai que esquece de voltar?
Por que tanta criança sem brinquedo?
Por que, Pai!

Pai, lembro o dia
Teu convite pra pescar
Aquela pescaria na beira de um rio em qualquer lugar
Marcou a minha vida porque meu pai tem tempo pra brincar
O carro de brinquedo que me deu
Aquela bicicleta de que eu caí
O teu sorriso quieto meio sem jeito, me faz sorrir
O dia em que não teve nenhum brinquedo
Eu lembro muito bem a explicação
Melhor na vida é estar presente de coração!

Pai, eu te escuto
Lá do céu a responder
Perguntas de criança que cresce, mas ainda quer saber 'porque'
Por que Deus leva o pai da gente, pai por que?

Porque há um só pai que está no céu
A solução do mundo é ser irmão
Só existe uma resposta ao seu porque…
PORQUE DEUS É PAI!"

"Se tu vens, por exemplo, às quatro da tarde, desde as três eu começarei a ser feliz. Quanto mais a hora for chegando, mais eu me sentirei feliz. Às quatro horas, então, estarei inquieta e agitada: descobrirei o preço da felicidade."

O pequeno príncipe

São apenas palavras, algumas delas são soltas no ar e os seus significados nada valem. É melhor você acreditar em um olhar do que em palavras que são ditas como lindas, mas que não tenham nenhum pequeno valor.

"..que seja doce o dia quando eu abrir as janelas e lembrar de você. que sejam doce os finais de tardes, inclusive os de segunda-feira - quando começa a contagem regressiva para o final de semana chegar. que seja doce a espera pelas mensagens, ligações e recadinhos bonitinhos. que seja (mais do que) doce a voz ao falar no telefone. que seja doce o seu cheiro. que seja doce o seu jeito, seus olhares, seu receio. que seja doce o seu modo de andar, de sentir, de demonstrar afeto. que sejam doce suas expressões faciais, até o levantar de sobrancelha. que seja doce a leveza que eu sentirei ao seu lado. que seja doce a ausência do meu medo. que seja doce o seu abraço. que seja doce o modo como você irá segurar na minha mão. que seja doce. que sejamos doce.."

Eu estou me estranhando, me estranhando demais. Hoje foi incrível, eu estava exatamente onde eu queria estar e eu estava tão feliz, eu mal me reconheci. Eu sou uma boba, quando eu entro em crise com a minha melancolia eu reclamo, mas quando eu estou explodindo de felicidade e de amor eu me questiono, eu fico descrente, será mesmo que isso vai durar ? As vezes todo esse pessimismo me atrapalha muito. Talvez eu devesse ficar com um pé atrás, afinal, não me dou muito bem com essas coisas de amor, mas eu não quero ficar com um pé atrás, eu quero ficar com os dois pés em você, junto com você. Pode ser que seja cedo demais pra acreditar em algo perfeito, até porque eu não quero algo perfeito, mas eu quero você e todas essas sensações que você me proporciona de uma vez só, essas sensações positivas que me fazem esquecer de tudo e de todos.

Sabe que todas as coisas que eu fiz, todas mesmo, eu nunca pedi nada em troca, simplesmente porque eu não preciso disso, eu nunca precisei. Eu fazia por você, pela sua felicidade. Eu me mostrei transparente o tempo inteiro, em tudo, principalmente no que eu sentia, sempre no que eu sentia e ainda sinto. E assim, deixava transparecer também os meus defeitos. Dizem que na vida a gente perde e ganha pontos com os outros, eu, pelo visto, só perco e se ganho, não noto. Joguei comigo mesma e perdi, perdi feio. Então só apertei o pause e depois o play e deixei continuar. Fica bem.

Eu quis tanto ser a tua paz, quis tanto que você fosse o meu encontro. Quis tanto dar, tanto receber. Quis precisar, sem exigências. E sem solicitações, aceitar o que me era dado. Sem ir além, compreende ? Não queria pedir mais do que você tinha, assim como eu não daria mais do que dispunha, por limitação humana. Mas o que tinha, era seu.

"Não é muito, mas é tudo que tenho para lhe dar"