RSS

Sabe, atualmente, você faz uma parte muito maior da minha vida do que eu faço na sua. Eu sempre soube disso, e nunca nem imaginei o contrário. Antes eu estava até esperando. Esperando minha deixa, minha brecha pra ocupar o meu lugar de novo. Mas, agora não mais. Também não sai correndo, mas resolvi desistir de coisas que sei que não vão acontecer. Tudo que aconteceu, eu esperei e fiz o que pude pra que nada mudasse, mas preciso admitir que sua rua de emergência não sou mais eu. É sem rancor que desabafo assim, eu apenas estou me acostumando a viver sem você ultimamente. Talvez isso não seja tão triste. Triste foi o papel que eu me designei na sua vida durante os últimos tempos. E eu sinto muito. Por isso agora digo que guardarei cada pedacinho seu que restou em mim. Pretendo chorar sim, pelo que fomos, pelo ontem morto. Pretendo também me contradizer e errar muito. Afinal, erros são sempre divertidos. Você nunca foi um erro, e não quero que você seja uma decepção. Lembra que eu te disse que não sei lidar com pessoas, porque elas sempre me decepcionam? Então. Se não me entediam, me decepcionam. Pense que você pelo menos nunca, nunca, nunca me entediou. E isso é mais do que eu posso dizer sobre a maioria das pessoas. Não estou lhe pedindo nada, não mais, e nem fazendo drama. Eu apenas descobri que realmente passou e que não somos mais crianças ao ponto de ser tão bobos assim. Estou feliz por você, e mais do que tudo, realmente espero que você nunca mude. Você é especial, e eu também sou. E se algum dia você parar pra pensar em mim e sorrir, eu vou ficar extremamente feliz.

Saudade é não saber. Não saber o que fazer com os dias que ficaram mais compridos, não saber como encontrar tarefas que lhe cessem o pensamento, não saber como frear as lágrimas diante de uma música, não saber como vencer a dor de um silêncio que nada preenche. Saudade é amar um passado que ainda não passou, é recusar um presente que nos machuca e não ver o futuro que nos convida.

Eu te amo e sinto muito a sua falta, vô ! 1 ano.

"Chegue bem perto de mim. Me olhe, me toque, me diga qualquer coisa. Ou não diga nada, mas chegue mais perto. Não seja idiota, não deixe isso se perder, virar poeira, virar nada. Daqui há pouco você vai crescer e achar tudo isso ridículo. Antes que tudo se perca, enquanto ainda posso dizer sim, por favor, chegue mais perto."

Acho que nunca mais irei ser tão feliz como eu era há 12 ou 13 anos atrás. Minhas felicidades eram por qualquer bobagem que naquela época, para mim, não era bobagem. Me sentia feliz por ganhar 25 centavos, não me importava em acordar cedo para assistir um desenho ou ir a escola, pra mim qualquer pessoa que sorria era feliz e ninguém nunca queria o meu mal, a não ser a bruxa keka, a cuca ou o bicho papão. Se eu falasse palavrão, teria que bater na boca três vezes, se mentisse deveria lavar minha boca com sabão e nunca, nunca mesmo, deveria contrariar a mamãe, ela era a rainha e as rainhas mereciam respeito, até mesmo das princesas. Eu esperava o meu príncipe chegar, quando eu completasse 15 anos, ele iria vir em um cavalo branco e me daria tudo que eu quisesse, também esperava todos os dias para que a fada madrinha viesse me dar qualquer coisa, entre essas coisas um unicórnio rosa. Mas sabe o que é pior de tudo isso ? Saber que nada era verdade, me machuca saber disso e também, a nostalgia desse passado tão próximo, me deixa angustiada ao saber que era eu mesma que ria de qualquer coisa.

Quais são os motivos para toda essa revolta ? Quanto tempo durará para os batimentos do meu coração se normalizarem ? Não tenho mais sabedoria para deduzir tudo isso, ou talvez já tenha. Porque tudo isso, toda a culpa, todos os meus erros, é minha culpa, só minha. Eu me sinto tão confusa em relação a tudo que está acontecendo. Não estou infeliz, mas sinto também que não estou feliz, acho que apenas neutra. Há certas coisas que mudam com muita facilidade, estou sorrindo e em menos de segundos uma lágrima está prestes a cair. Sei que isso é passageiro, mas quando irá passar ? Estou cheia de duvidas, minha cabeça procura fórmulas para desvendar o porque disso tudo. Estava usando vendas e não estava vendo tudo passar na minha frente ? Vejo todos os meus pensamentos fora de ordem. Sim, admito estar com medo ! E... de onde é que vem esse medo tão forte ?

As palavras somem quando tento acha-las pra agradecer por tudo o que você faz por mim e para expressar o quanto você é especial. Meu coração se acostumou com você, com nossas conversas palhaças, seu jeito de me fazer sorrir, de sempre tentar me agradar e me ver bem. Nada é por acaso, Deus planejou nossa amizade de quando éramos crianças até o momento em que você me quis no seu novo msn e começamos a conversar. Foi Ele que planejou tudo isso, sabe porque ? Porque nossa amizade é Dele e não precisa muito pra perceber isso. Que fique bem claro, lutarei sempre por você e não te deixarei partir jamais ! Obrigada por todos os detalhes, amo você.

Hoje eu tô mesmo pensando que talvez não exista um "mais tarde" para os tempos de hoje e também percebo dia após dia que todas as coisas ferem, mesmo que sejam tão bonitas. Não estou triste, só não sei ao certo o que estou sentido. Acredito que esteja desapontada com todos ao meu redor e que esperar demais dos outros não seja a solução. Conto nos dedos as pessoas que fariam alguma coisa por mim. E não são muitas.



Se a regra não te favorece, seja a exceção.

"...A vida é complicada porque nós mulheres romantizamos tudo, ou quase tudo, ou justamente o que não deveríamos, a gente faz planos mesmo em cima dos silêncios deles, a gente vê beleza em cada sumiço, a gente vê olhares de amor no mais puro olhar de tesão, nós temos a mente completamente diferente da deles. Não precisa procurar no meio da multidão, coisas acontecem quando você desiste de procura-lás, posso me aproximar sem invadir seu espaço, mas posso me aproximar tanto que seja impossivel de não o invadir. Não há como garantir que não possa me esforçar em ser interessante sendo que o que eu quero é ser o melhor que você merece. E de tudo que posso ser pra você eu só pediria que nunca fugisse de mim, nem mesmo quando por alguma razão eu deixasse a máscara cair, eu irei segurar sua mão como quem segura a mão de alguém que esteja pendurado sobre um barranco. (...) E de nenhuma forma te prender, mas sentir medo de te perder, e jamais te limitar, mas chorar quando decidir ir embora, e esperar suas mudanças naturalmente sem forçar você, roubar mil beijos seus quando você decidir ter alguma crise de raiva, tentar te acalmar e ser incapaz de causar algum sofrimento a você. E eu não somente diria que canta mal como cantaria com você, provando assim que existem pessoas que cantam horrivelmente, e que você não é o único, mas a que eu estaria disposta a escutar, e quando você decidir falar demais, que eu debrusse sua cabeça no meu ombro e escute tudo que tem a dizer, e quando for desastrado que haja fôlego para não morrermos de tanto rir. E que você sinta vontade de precisar de mim, mas não só quando houver necessidade, que você sinta isso mesmo tendo passado um dia inteiro comigo, que não veja e nem sinta as horas passando quando estiver ao meu lado, e que nunca seja o suficiente o tempo que passarmos juntos, que você sempre sinta vontade de mais, mais e mais. E que você suporte os meus defeitos e se sinta orgulhoso das minhas qualidades, e apesar de não ter uma beleza extrema, poder fazer com que você enxergue que gostar de alguém vai muito além de beleza fisica, e tentar também de algum jeito fazer com que você não precise olhar em outras direções, porque seus olhos vão estar dentro dos meus. Eu quero sempre encontrar você, sejá lá aonde você estiver, e que eu consiga ser a sua perfeita, mesmo sendo imperfeita."

Uma sutil comparação…
"Existem milhares de cores e texturas de esmaltes por aí. Alguns que brilham muito e outros que quase passam despercebidos aos olhares alheios. Nós mulheres somos indecisas e por instinto, acabamos vendo nisso a maior dificuldade do mundo. Escolher. E quase sempre, a cor que mais queremos é aquela que não podemos ter. As cores chamativas, dificilmente sairão de moda. Isso porque, nós gostamos de mostrar o que temos e podemos. O que é um erro, já que quando isso acontece, todo mundo acaba querendo usar o mesmo esmalte. Algumas vezes, o que realmente precisamos é deixar nossa unha longe dos esmaltes. É fundamental que ela respire entre uma cor e outra. Parece idiota, mas unhas precisam de tempo para permanecem firme e fortes. Nós nos preocupamos tanto com o que vão pensar e com o que vão dizer, que acabamos pintando a unha de acordo com a vontade dos outros. E eu digo e repito, unha bonita não é aquela que todo mundo olha, essas quase sempre, se olhadas de perto, são imperfeitas. Na maioria das vezes, nós só nos lembramos que estamos com as unhas pintadas, quando elas ainda estão frescas. Uma hora a unha seca e perde a graça, você deixa de se preocupar se vai borrar ou não, você simplesmente tem esmalte nas unhas. Algumas pessoas são extremamente ansiosas. E acabam descontando em quem não merece. A prova estava díficil, mas o esmalte estava ali, na sua unha, te deixando linda e inteira. Você o tirou, você o deixou pela metade. A verdade, é que os esmaltes são quase todos iguais, o que muda é a maneira com que você os usa. Criatividade e bom humor, são necessários para que algumas unhas durem para sempre, ou até aquela festa acabar. Arrisque! Como está o seu esmalte hoje?"

Depois dos quinze.

"Escolha, entre todas elas, aquela que seu coração mais gostar, e persiga-a até o fim do mundo. Mesmo que ninguém compreenda, como se fosse um combate. Um bom combate, o melhor de todos, o único que vale a pena. O resto é engano, meu filho, é perdição."

A gente até engana os outros de que é feliz, mas por dentro a solidão só aumenta. Estar com alguém errado é lembrar em dobro a falta que faz alguém certo.

Me buscou em casa e levou onde eu queria. Passamos o dia juntos. Sorrindo. Brincando. Conversamos sobre tudo. Eu podia ter ido embora com ele e ver o que ia dar. Mas não, preferi me despedir ali, meio sem jeito, querendo forçadamente mostrar que estava grata, que o dia tinha sido excelente. Voltei para casa sozinha, deitei e me perguntei por que estava com ele. Eu já não era aquela de quando nos conhecemos, que queria tanto, quase desesperadamente. Depois do primeiro programa, continuamos juntos. No fundo, me incomodavam seus comentários, confundiam-me. Eu queria saber quem ele era e não conseguia, porque, se mostrava uma hora que era um completo gentleman, na hora seguinte era o cafajeste que preferia as bundudas e siliconadas a uma com mais conteúdo. E eu era, honestamente, a com mais conteúdo perto dele naquele momento. Tentei mostrar. O fato é que, agora, se ele prefere as bundudas e siliconadas, eu prefiro os que me deixam mais livres e me aceitam como eu sou.

''O amor aparece quando menos se espera e de onde menos se imagina. Você passa uma festa inteira hipnotizado por alguém que nem lhe enxerga, e mal repara em outro alguém que só tem olhos pra você. Ou então fica arrasado porque não foi pra praia no final de semana. Toda a sua turma está lá, azarando-se uns aos outros. Sentindo-se um ET perdido na cidade grande, você busca refúgio numa locadora de vídeo, sem prever que ali mesmo, na locadora, irá encontrar a pessoa que dará sentido a sua vida. O amor é que nem tesourinha de unhas, nunca está onde a gente pensa.O jeito é direcionar o radar para norte, sul, leste e oeste. Seu amor pode estar no corredor de um supermercado, pode estar impaciente na fila de um banco, pode estar pechinchando numa livraria, pode estar cantarolando sozinho dentro de um carro. Pode estar aqui mesmo, no computador, dando o maior mole. O amor está em todos os lugares, você que não procura direito.
A primeira lição está dada: o amor é onipresente. Agora a segunda: mas é imprevisível. Jamais espere ouvir "eu te amo" num jantar à luz de velas, no dia dos namorados. Ou receber flores logo após a primeira transa. O amor odeia clichês. Você vai ouvir "eu te amo" numa terça-feira, às quatro da tarde, depois de uma discussão, e as flores vão chegar no dia que você tirar carteira de motorista, depois de aprovado no teste de baliza. Idealizar é sofrer. Amar é surpreender''

Tenho que aprender isso.

Se descrever é uma coisa bem difícil, afinal, não somos nenhum tipo de robô programado para ser somente alegre ou só triste. Em alguns dias acordamos bem, vimos tudo colorido e alegre, não enxergamos as coisas ruins, ficamos muito felizes com o que consideraríamos pouca coisa em qualquer outro dia. Em outros dias pelo contrário, vemos um mundo cinza e infeliz, achamos que tudo é inútil, inclusive nós mesmos, não nos contentamos com o que temos e vemos todos as mínimas coisas que julgamos ruins.
Um pequeno desaforo, pode ser levado como uma brincadeira e até te fazer rir. Ou então, pode te levar a uma raiva enorme. Somos felizes e tristes, bonitos e feios, agitados e calmos, tímidos e atirados, tudo em um mesmo dia, em um mesmo minuto. Não somos apenas três ou quatro características, somos tudo.
Somos um pacote de emoções, de ações, ou a ausência delas. Cheios de coisas que podem virar qualidades ou defeitos, depende somente do modo como vão ser usadas. E é isso que torna a vida bonita, que dá graça e cor — mesmo que não seja tão colorido assim, mas o bastante pra nos livrar da escala cinza — são as curvas, as subidas, descidas, as voltas e voltas, como numa montanha russa. O que nos resta é aceitar como nós somos, todo esse pacote de características, e aproveitar do melhor jeito possível o nosso passeio nesse brinquedo que é a vida.

Espero menos números, coincidências ou planos. Mais sinceridade e menos segundas intenções. Espero desejos. Um pouco mais de ar puro. Espero saber que por trás do céu cinza há um sol brilhante. Espero compreender o poder de fenômenos, e não duvidar da natureza. Espero me importar menos. Espero não ter motivos pra chorar, e nem pra questionamentos. Espero não desejar tanto, ser menos perfeccionista e superficial. Espero ter mais domingos pra dormir tarde. Espero dormir menos. Espero mais banhos gelados, quentes verões e roupas novas. Espero sonhos. Espero realidade. Espero carinho e compaixão, não piedade. Espero comemorações, mais surpresas. E menos esperar. Espero pelo incerto, pelo imperfeito. Espero por boas palavras, por novidades. Espero por impacto. Espero por certezas. Mudanças, decisões, comoção. Espero lealdade. Espero evitar intrigas, não ter vícios. Espero não ter, necessariamente, o que esperar.

Não se preocupe mais com tanta bobagem, apenas viva ! Quem te merece não te faz chorar, se for chorar que seja de felicidade. Não se preocupe tanto assim com o que dizem de você, o único que te conhece como ninguém é você mesmo. De valor a quem te ama, guarde as cartas de amor, jogue fora as ofensas. Viva cada dia como se fosse o ultimo, não tente entender o mundo nem as pessoas, é perda de tempo. Apenas viva e sorria. Permita que a felicidade entre na sua vida, e não deixe que ela vá embora.