RSS
Eu conheço o seu coração. Seu coraçãozinho que já foi quebrado, estilhaçado em mil pedacinhos, como um copo de cristal que cai no chão. Conheço seus pensamentos, cada um que passa na sua mente, conheço os seus sonhos, conheço os seus desejos, o que você gosta e não gosta. Além de tudo isso, eu conheço a dor que você sente. Não por conhecer tudo, mas por sentir ela com você. E quando você chora, eu choro junto, quando você se tranca no quarto, eu não deixo ninguém entrar, te coloco no meu colo e deixo você chorar, até que durma. Agora você sabe porque se sente em paz quando chora? É porque eu recolho suas lágrimas, para que eu as chore no seu lugar. E quando sua dor para, é porque eu estou sofrendo por você. Eu estou quieto, e você está se remoendo de raiva de mim. Estou quieto, porque quero preparar algo maravilhoso no fim do túnel, para que você perceba, que mesmo que tenha sido escuro por todo o caminho, eu estive ali, na sua frente, retirando todas as pedras pra você, me machucando por você, sangrando no seu lugar… Você sofreu, eu sei, mas sofreu o mínimo, aquilo que eu sei que você poderia sofrer, o que você não podia, eu sofri. Você está com raiva de mim. Mas eu não me importo. Porque eu te amo além de tudo. E vou continuar sofrendo por você, vou continuar chorando por você e com você de noite, de manhã, de madrugada. Vou continuar do seu lado quando você se trancar no quarto pra escutar qualquer musica no último volume. Vou te amar. Mesmo que você me odeie e não me queira mais, vou continuar te querendo. Mesmo que sinta muita raiva de mim, a única coisa que eu vou fazer é te amar mais.
Com amor, Deus.

Amor que é amor dura a vida inteira, se não durou é porque nunca foi amor. O amor resiste a distância, ao silêncio das separações e até as traições. Sem perdão, não há amor. Diga-me quem mais você perdoou na vida e então eu saberei dizer quem você mais amou. O amor é a equação onde prevalece a multiplicação do perdão. Você o percebe no momento em que o outro fez tudo errado e mesmo assim você olha nos olhos dele e diz: “mesmo fazendo tudo errado, eu não sei viver sem você. Eu não posso ser nem a metade do que sou se você não estiver por perto.” O amor nos possibilita enxergar lugares do nosso coração, que sozinhos jamais poderíamos enxergar.

Cansada de bater na mesma tecla, pensar que vai dar certo, de esperar, de achar, de estar com as portas abertas,de certas pessoas, de certas atitudes, de esperar ligações, mensagens, de não ter mais amigos, de não escrever mais, dos problemas, de indecisão, das dores, de me sentir inútil, de tentar e tentar e tentar, de falar, de não poder fazer nada, de você, da sua voz cansada, da sua indiferença, dos meus pensamentos, de perguntas sem respostas, dos meus medos, do mundo, do egocentrismo, dos maltratos, dos teus gritos, brincadeiras, comparações, das suas ordens, das brigas, de viver, de morrer, de pensar e às vezes, até de sonhar.

Quem sabe um dia, eu encontro o equilíbrio que preciso, pra manter uma espécie de balança entre os acontecimentos do meu dia-a-dia. Talvez ser uma dessas pessoas que não se abalam tanto com os problemas. Que sabem dividir as situações, compreender, e todas essas coisas, das quais eu não tenho ainda na minha lista de qualidade. Comigo é assim, basta uma coisa dar errado, pra estragar tudo.Desequilibrada, atrapalhada. E ser assim as vezes cansa. Desmorona muitos castelos, desconstrói diversas coisas em que passei dias a dentro construindo. Diversas incerteza ressurgem, causa uma bagunça danada. Quase que impossível de se controlar e fazer tudo voltar ao normal. Mas enquanto eu não acho o tal equilibro, deixo as coisas ficarem assim. De cabeça pro ar.